Print Friendly, PDF & Email

Lideranças da Agricultura Familiar do Brasil estiveram reunidas em Foz do Iguaçu, no Paraná, com o objetivo de debater alternativas para o segmento e ainda falar sobre a criação de certificadora com o apoio do Icea (Istituto Certificazione Etica Ambientale), da Itália. O encontro teve início nesta quinta-feira, dia 28, e terminará nesta sexta-feira. O diretor secretário geral da UNISOL Brasil, Marcelo Rodrigues representou a entidade no evento.

O encontro em Foz do Iguaçu marcou também a parceria do Instituto Maytenus e empreendimentos da agricultura familiar com a UNISOL. O instituto está localizado no município de Toledo, no Paraná, mas atua em todo o País prestando assessoria técnica ao setor da Agricultura Familiar. “O propósito é agregar novos projetos de abrangência nacional e levar até a UNISOL todo o conhecimento que o Maytenus estabeleceu ao longo dos anos”, explicou o presidente da entidade, Jair Pelegrin.

Para o coordenador da Agricultura Familiar na UNISOL, Israel de Oliveira Santos, o encontro é uma maneira de preparar para o que vem a ser um marco na história deste setorial, justamente porque trata de questões consideradas ‘gargalos’ pelos produtores. Existe uma série de normativas e burocracia que autoriza ou não a certificação de produtos e procedência.

“A certificação requer investimento por conta do produtor, que muitas vezes não dispõe de recursos. A ideia é que a UNISOL construa parcerias com certificadoras, levando a oportunidade de uma certificação menos burocrática para sua base”, explicou Santos. Ainda de acordo com o coordenador, o comprometimento do instituto Maytenus vai agregar ainda mais valor à UNISOL, por conta de seu histórico e parceria com a Agricultura Familiar.

Para ampliar ainda mais o debate e colher subsídios, já está agendado novo encontro para primeiro de agosto, em Porto Alegre.

Agricultura Familiar

Encontro marcou também a parceria do Instituto Maytenus e empreendimentos da agricultura familiar com a UNISOL