A UNISOL Brasil se solidariza com a UNICAFES com pesar pela morte da presidente da UNICAFES Mato Grosso, Terezinha Rios Pedrosa, e seu marido, Aloísio da Silva Lara.

De acordo com informações da UNICAFES, o casal foi assassinado a tiro no sítio onde residiam, em Nossa Senhora do Livramento. Os corpos foram encontrados na tarde do dia 07 de setembro por um dos filhos do casal.

Terezinha era conhecida por atuar em defesa dos pequenos agricultores da região, sendo ela mesma agricultora. Foi vereadora da cidade, secretária municipal de agricultura e secretária de mulheres da Fetagri – MT. Foi também presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

Participou da elaboração e construção da Central de Comercialização da Agricultura Familiar, através da sua atuação no Colegiado Territorial da Baixada Cuiabana, onde também ajudou a criar a Central das Cooperativas (COOPCENTRAL) para apoiar a comercialização dos produtos da agricultura familiar. Foi membro do CEDRS, representando a Rede de Colegiados Territoriais e a UNICAFES. Era integrante do Coletivo Agrário do PT-MT e atualmente estava na presidência da COOPERLIVRE e da UNICAFES-MT (União de Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária) de Mato Grosso.

O atual contexto político do país tem permitido que atitudes desta natureza se multipliquem em regiões onde os conflitos agrários são recorrentes. A sensação de impunidade, bem como as brechas legais arrastam processos por décadas fazendo com que os mandantes de tais crimes não sejam punidos. Enquanto isso, muitas lideranças que estão à frente de organizações lutando pelos direitos sociais sofrem constantes ameaças e muitas delas acabam se concretizando com atos de covardia e violência.

“Infelizmente, estamos assistindo no país a uma escalada da violência no campo. Me solidarizo com as famílias e amigos e com toda a UNICAFES por essa tragédia”, diz Leo Pinho, presidente da UNISOL Brasil.

 

Com informações da UNICAFES