Prefeitos

Prefeitos e diretores da Mancomunidad Trinacional Fronteriza Río Lempa, composta por 26 cidades de três países da América Central, estiveram entre os dias 17 e 20 de abril percorrendo as cidades de Piracicaba, Hortolândia, Bauru e Adamantina, no estado de São Paulo, com o objetivo de conhecer projetos e experiências dos municípios sobre gestão das águas, agricultura familiar, segurança alimentar e instituição de ensino superior municipal.

A delegação contou com prefeitos de quatro cidades de El Salvador: Dulce Nombre de Maria (prefeito Lisandro León Rivera), Candelaria de la Frontera (Janet Rivera), Citala (Lorenzo Valdivieso) e San Fernando (Carlos Josue Alvarez); três da Guatemala: Esquipulas (Carlos Lapola Rodríguez), Olopa (Fredy Urrutia) e Jocotan (Adolfo Vasquez); e uma de Honduras: Ocotepeque (Marvin Santos), além de coordenadores e gerentes da instituição internacional.

As cidades que compõem a Mancomunidad Trinacional Fronteriza Río Lempa apresentam muitos problemas comuns e desafios a serem superados. Seus territórios estão localizados nas áreas de nascentes do principal curso d’água da América Central – rio Lempa- que é responsável pelo abastecimento de importantes cidades e encontra-se em um avançado estado de degradação ambiental.

A visita a Adamantina foi motivada por duas razões. Uma delas é a experiência de agricultura familiar praticada principalmente por pequenos proprietários, sendo que em Hortolândia e Bauru os principais produtores são assentados de reforma agrária. O outro motivo foi o interesse em conhecer a experiência e importância de uma Instituição Municipal de Ensino Superior, que é o Centro Universitário de Adamantina – UNIFAI – como órgão fomentador do desenvolvimento municipal e regional.

Os visitantes foram recebidos pelo Prefeito Márcio Cardim e o Diretor Geral da UNIFAI, Prof. Dr. José Luis de Oliveira. Participaram do evento o Presidente da Associação Passiflora de Produtores Rurais de Adamantina e Região, Sr. Antônio Manzano, também integrante da UNISOL Brasil, e representantes da Cooperativa Agrícola Mista Familiar da Região de Adamantina – CAMFRA

“Na América Central, não temos ainda essa ligação do pequeno produtor rural vendendo sua produção às prefeituras, por exemplo. É algo que ainda está longe de ser possível. Quando os prefeitos de lá vem aqui e percebem que é possível articular a produção agrícola e garantir ao produtor um mercado mínimo, em que a prefeitura compra esses produtos para abastecer necessidades municipais, se animam com a possibilidade concreta de levar essas ações para as nossas cidades”, diz Héctor Aguirre, gerente da Mancomunidad.  “Em relação à segurança alimentar, temos muitos casos de crianças que morrem por desnutrição. Aqui, vimos projetos que buscam com sucesso superar essa situação”.

Em Piracicaba, a comitiva foi recebida pelo diretor da Fundação Agência Bacia das águas do Comitê dos Rios Piracicaba, Campivari e Jundiai (Agência PCJ), Sr. Sérgio Rezera, e pode conhecer a experiência de gestão dos recursos hídricos que vem sendo construída desde a década de 1980, que serviu de modelo para todo o estado de São Paulo, outras Unidades da Federação e já se projeta internacionalmente na América Latina.

Em Hortolândia Bauru, a delegação foi recepcionada nos gabinetes das prefeituras. Além de rápidas palestras sobre os temas em foco em Bauru foram apresentados vídeos sobre agricultura familiar, comunitária e segurança alimentar.

 

Fonte: UNIFAI